Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Apresentação Mary
Seg Jan 30, 2012 5:17 pm por Peter B. Solomon

» [Apresentação] Hikari Nakamura / Morango Warren
Sab Jan 21, 2012 3:21 am por Claire L. Brockmann

» Registro de Avatares
Qua Jan 18, 2012 9:11 pm por Aysha D'Lakuar

» Registro de Poder
Sab Jan 14, 2012 2:48 pm por Ravyn R. Ollicourt

» Apresentação Nathalia
Seg Jan 09, 2012 12:00 am por Aysha D'Lakuar

» [AP] Claire L. Brockmann
Dom Jan 08, 2012 2:09 am por Claire L. Brockmann

» [AP] Max Jacotey
Sab Jan 07, 2012 9:04 pm por Ben W. Neto

» Max Jacotey
Sab Jan 07, 2012 7:36 pm por Ben W. Neto

» Parceiros.
Sex Jan 06, 2012 2:56 am por Aysha D'Lakuar

Nosso Banner
Parceiros
*Olhos Felinos *
*RPG-V *

[AP] Claire L. Brockmann

Ir em baixo

[AP] Claire L. Brockmann

Mensagem por Claire L. Brockmann em Dom Jan 08, 2012 2:09 am

Nome: Nathalia
Idade: 13 anos
Outras Personagens: Não


.::: SOBRE O PERSONAGEM :::.

Nome completo: Claire Louise Brockmann.
Idade Real: 150 anos.
Idade Aparente: 16 anos.
Espécie: Mutante
Nacionalidade: Alemã
Caracterização Física: Longos cabelos loiros, olhos azuis, pele pálida e estatura mediana.
Caracterização Psicológica: Desde pequena tem uma personalidade forte. É calada, fria e arrogante, com os mais íntimos se demonstra um tanto doce, porém o lado arrogante continua forte e perceptível. Nunca foi de demonstrar sentimentos e emoções, deixa até á duvidar, se a felicidade que ás vezes surge nela é verdadeira, ou não passa de mais uma das suas encenações. Não tem o costume de sorrir de verdade, mas um leve e cruel sorriso vive em rosto, deixando-a com uma cara mais assustadora ainda. É extremamente calculista e ambiciosa.
História do personagem: (mínimo 10 linhas) Nasceu numa pequena cidadezinha da Alemanha, afastada dos problemas Império Alemão. Filha mais nova de um homem francês rico e solitário, que havia se mudado para um lugar mais calmo na tentativa de ajudar sua esposa melhorar, mas, a mulher Alemã de apenas 26 anos não resistiu ao parto de sua caçula, Claire. Assim, o pai pegando ódio a menina, além de a mãe ter morrido por causa da criança, ela era a única filha mulher, os outros dois filhos de Louis Louvain eram homens, o mais velho, Henri, tinha 10 anos, o do meio Rudolf, tinha 4. A menina foi criada por uma das empregadas até seus 6 anos. Até que em uma noite típica do inverno Alemão, viu seu pai se matar com uma adaga no coração, ele se matou de desgosto. E deixou como suas últimas palavras “Isso, tudo, é culpa sua, Claire, sua.” Os empregados foram mandados embora, e a guarda das crianças, ficou com um irmão de seu pai. O velho nunca aparecia, na verdade, nem podia, estava sem saúde para isso. Kurt apenas sustentava as crianças, que continuavam na casa dos Louvain, sozinhos. Uma das antigas empregadas da casa ia uma vez por semana ver como as crianças estavam, e organizar a casa, já que os garotos não faziam nada, e Claire fazia o básico, era o que podia, sendo apenas uma criança. Henri por ser o mais velho, era o que dava as ordens. ▬ Loui, querida, eu já disse, vá pegar a vara, e de uma surra daquelas em seu irmão, aquele pirralho chato, até você vale mais que ele ▬ O irmão lançou um leve sorriso para a garota, que tocava calmamente em seu piano, como se não estivesse o escutando. Já havia se passado 3 anos, era Henri que tinha a guarda dos outros dois. Mas o dinheiro ainda vinha do tio. ▬ Vá você, deixe de ficar fumando esses charutos, se levante e o castigue, não quero ir ▬ A pequena garota de apenas 9 anos tinha um tom frio e maduro demais para pertencer á ela. O irmão suspirou e desistiu do que queria.
Os anos se passaram, Henri se casou, e Rudy, estava noivo. Claire, ou Louise, como era chamada pelos irmãos, sempre foi paparicada pelo do meio, em quanto o mais velho era cruel e a desprezava como pai, porém, diferente de Louis, Henri amava sua irmãzinha. Claire Louise, era a ovelha negra, de qualquer jeito, era á única que tinha conseguido os olhos e cabelos da mãe, já os outros tinham os olhos, mas cabelos castanhos escuro. Não carregava o sobrenome do pai no nome, e sim o da mãe. Sabia cantar, e tocava piano, como sua mãe, nunca precisou que alguém a ensinasse isso, nasceu sabendo. Aprendeu a ler e escrever com 4 anos, Rudy lhe ensinou o Inglês, Francês e Latim, e ela não teve nenhum problema em aprender nenhuma das línguas, aos 11 anos, era mais inteligente que seus dois irmãos, juntos. Também adorava cavalgar, sempre foi apaixonada pelo garanhão negro do estábulo, ela havia o visto nascer, o batizado de Max, e o montou pela primeira vez quando tinha 10 anos, e o animal 4. A garota sempre teve um jeito distante e frio, até mesmo com os irmãos. Mas mesmo nunca tocando no assunto, os três sabiam, era as magoas que guardava do pai, e a falta do amor de uma mãe, de sua mãe, Lillian. Até que numa noite chuvosa e gelada, Claire estava cavalgando pela floresta, até que uma luz forte e verde, passou por ela, então se sentiu fraca, e acordou numa pedra, ele explicou o que ela havia se tornado, porém a garota voltou para casa, mas ela estava condenada, a viver uma eternidade.Viu seus irmãos morrerem, suas cunhadas, seus sobrinhos. Décadas se passavam, e ela continuava com 16 anos, e cada dia, mais fria, mais cruel, e mais insensível.
avatar
Claire L. Brockmann
Personagem Contemporâneo
Personagem Contemporâneo

Mensagens : 6
Data de nascimento : 29/10/1995
Data de inscrição : 03/01/2012
Idade : 23

Ficha do personagem
Nome do Jogador: Nathalia
Espécie do Personagem: Mutante
Poder do Personagem: Aerocinese

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum